Sociedade da Imagem

Compartilhar no Facebook

Enviar por email Imprimir este artigo
 

06 de Março de 2014


Temos vivido nesta nossa sociedade que tem dado muito valor à imagem e aquilo que é visível sem se importar com a profundidade e verdade das coisas.

Por exemplo, já ouvi muitos amigos meus falarem:
- Ela(e) pode me trair desde que eu não descubra, porque se eu ficar sabendo…

A verdade para muitos é algo irrelevante e não percebem o mal que há em não valorizar a verdade.

Quantos casos conhecemos de pessoas que não têm condições de comprarem um carro de luxo, mas que se enforcam em dívidas e parcelas a perderem de vista para alimentarem um status visual de que têm dinheiro ?

Precisamos dar valor à verdade das coisas e das pessoas. O julgamento precipitado que fazemos de alguém, pode nos leva a nos envolver em relacionamentos e descobrir depois que ele (a) não era nada daquilo que parecia ser.

Quando buscamos ser verdadeiros em quem somos e reconhecemos os nossos erros e limitações, conseguimos dar mais valor às pessoas entendendo que elas também são iguais a nós. A mudança precisa começar em nós.

Quando a verdade é valorizada o supérfluo perde importância e podemos aproveitar o “supra sumo” da realidade.


Mateus Feliciano
Casado, 31 anos, professor, palestrante, pastor, graduado em Administração, bacharel em Teologia (Faculdade Teológica Batista de Campinas), presidente da Seara Urbana (moradores de rua) em Campinas/SP, professor no curso de missões urbanas e da Escola de Treinamento e Discipulado da JOCUM, integrante da Fraternidade Teológica Latino Americana (FTL) em Campinas, Coordenador e professor da Escola de Missões Urbanas Ações na Cidade, Coordenador e professor do curso Teologia & Vocação, Coordenador do Pólis Centro de Teologia, Missiologia, Vocação e Artes e Coordenador e professor na Faculdade Teológica Batista de Campinas.
Email: mateus.feliciano@searaurbana.com
Site: www.searaurbana.com
Blog: http://poliscentro.com/blog




Mais textos deste colunista:
Normalmente Diferentes e Diferentemente Normais
Contradições Coletivas
O Perfil de um morador de rua
A Verdade
Compromisso não é possibilidade, é trato
Feminismo e Machismo
Do "Jeitinho" que somos
Geração “Ema Ema”

COMENTE ESTE ARTIGO:
Nome:
Email:

(0 / 255)
O tamanho máximo do comentário é de 255 caracteres.
Atenção!
Você irá receber um email para confirmar seu comentário para que o mesmo seja publicado nesta página, portanto o campo Email é de preenchimento obrigatório e, ao enviar, você assume a responsabilidade pelas suas palavras inseridas neste comentário.
*NOTA : o JornalRMC abre esse espaço para que nossos colunistas exponham, de forma voluntária, seus pontos de vista sobre os assuntos em que são especialistas. Dessa forma, as opiniões apresentadas são de única e exclusiva responsabilidade dos mesmos, não refletindo necessariamente a opinião do portal e de seus editores.

 
SOS Impressoras
Rádio Novo Tempo Campinas
Cadastro Nacional de Pessoas Desaparecidas

.: Acessos: 6.980.870 :. | .: desde Agosto/2007 :. | .: contato: imprensa@jornalrmc.com.br :. | .: desenvolvido por: LINDEMUTH Comunicação :.