Descubra o que diferencia um bom currículo na área de TI

Compartilhar no Facebook

Enviar por email Imprimir este artigo
José Justino da Silva Filho
josejustinos@gmail.com
 

Baseado da coluna do site Computerworld

Acompanhe as quatro questões que, segundo a especialista em contratações na área de tecnologia, precisam ser privilegiadas no documento de apresentação.

Empresas de recrutamento e outros especialistas em carreira costumam ter na ponta da língua uma lista de conselhos de como preparar um bom currículo, especialmente para diferenciar-se da concorrência. A intenção é válida, mas o problema nesses casos está no fato de que nem sempre os conselhos se aplicam aos profissionais de TI e à natureza do trabalho do setor, analisa a gerente da Sapphire Technologies – empresa de recrutamento na área de tecnologia da informação –, Shana Westerman.

A especialista avalia que os currículos de TI se diferenciam de outros segmentos porque os profissionais precisam comunicar uma série de conhecimentos, técnicos e operacionais. “Como a tecnologia muda muito rapidamente e o trabalho em TI é bastante baseado em projetos, apresentações genéricas podem acabar sendo um ‘desserviço’ para o profissional”, alerta Shana.

Ela conta que hoje recebe, em média, 300 currículos por dia de pessoas interessadas em trabalhar com tecnologia da informação. A gerente da Sapphire faz uma triagem desse material para enviar aos seus clientes, que são gerentes de TI e executivos de grandes e médias empresas interessados em contratar profissionais.

Shana analisa que muitos dos currículos de TI que recebe são curtos demais para que ela analise se as competências dos profissionais se encaixam nas necessidades das vagas que precisam ser preenchidas. “As pessoas não serão convidadas para um encontro com um possível empregador se não demonstrarem que estão aptas para isso. O currículo é a única ferramenta que leva as pessoas para a entrevista de emprego”, alerta.

A seguir, a especialista elenca os quatro grandes equívocos que os profissionais precisam evitar na hora de preparar um bom currículo em TI:

1. Tamanho certo
Na visão de Sarah os currículos de TI são muito influenciados pela natureza complexa das tarefas do que por um diferencial competitivo no mercado. Ela acredita que a recente crise e a necessidade dos profissionais incorporarem múltiplas tarefas tem modificado a natureza do que as empresas buscam em um candidato.

Os potenciais empregadores não estão interessados em documentos de apresentação muito curtos, como costumam aconselhar as consultorias em gestão. “Eles querem detalhes. O que significa ter um currículo com três ou mais páginas”, pontua a especialista. As informações precisam contemplar com quais tecnologias o profissional já atuou, o tamanho e o escopo dos projetos com os quais já lidaram e quais as principais habilidades.

“Eles [os contratantes] querem ver, de forma clara, se as pessoas têm os conhecimentos necessários, a partir de coisas que esses profissionais já fizeram no passado”, elenca a especialista.

Outra razão pela qual um currículo de uma ou duas páginas nem sempre funciona para profissionais de TI é porque as funções são bastante complexas e as pessoas costumam atuar em múltiplas tarefas.

“Se a pessoa tem cinco ou mais anos em TI, em especial no caso de técnicos, é perfeitamente normal que o documento tenha três, quatro ou até cinco páginas”, informa.

2. Reforce competências
Especialistas em recolocação profissional costumam indicar que quem busca um emprego deve evitar informações repetidas no currículo, como forma de ganhar espaço. Isso é uma má ideia, alerta Shana. Segundo ela, os interessados em contratar alguém costumam verificar se a pessoa teve uma experiência profunda com tecnologias ou temas específicos.

“Se alguém busca um profissional com conhecimento em gestão do orçamento e só vê esse tema tratado em uma ou duas partes do currículo, pode considerar que falta capacitação nessa área", considera a especialista.

3. Uso de cargos
As consultorias que ajudam na recolocação de profissionais recomendam que quem busca um emprego utilize cargos exatos no currículo. A executiva discorda desse conselho. Para ela, na área de TI, muitas vezes o nome do cargo não corresponde às atribuições, por isso, é importante detalhá-las.

Como exemplo, ela diz que algumas instituições bancária dão o cargo de vice-presidente (VP) para profissionais que cuidam da gestão de projetos ou de políticas, em vez de restringir o título apenas a posições executivas. "Se você tem a experiência como VP em seu currículo, mas está se candidatando a uma vaga de gestor de projeto, o possível contratante pode colocá-lo automaticamente fora do processo, achando que você é muito sênior para a posição”, exemplifica Shana.

O truque para explicar um cargo é ser claro. Ou seja, o profissional deve descrever exatamente suas funções anteriores, até para que isso seja confirmado por pessoas que sejam procuradas para dar referências.

4. Diagramação adequada
Alguns especialistas em contratação recomendam que as pessoas incluam cores e elementos gráficos – como um logotipo ou uma foto – no currículo. O objetivo é fazer com que o documento se destaque entre os demais.

A gerente da Sapphire ressalta que nem sempre um currículo ‘enfeitado’ vai atrair um possível empregador, pelo contrário. “As pessoas só querem um documento que seja fácil de ler”, adverte.


José Justino da Silva Filho
Formado em técnico em informática pela Escola Técnica de Hortolândia (atual Paula Souza) em Processamento de Dados, atua como técnico de suporte da Prefeitura de Hortolândia e presta serviços para empresas da região como desenvolvedor web, manutenção de PC, notebooks e impressoras. Gerencia o site: www.makingsite.com.br. É certificado: ITIL V3. Atualmente faz o curso superior em Gestão Pública.
Email: josejustinos@gmail.com




Mais textos deste colunista:
Kaspersky descobre rede de espionagem
Lave suas roupas com um pouco mais de 1 copo d'água
Parabéns macintosh!
MS armazenará dados fora dos EUA
Vício por jogos online vira documentário
O que estamos fazendo das lembranças?
Facebook pode sair do ar no Brasil
Governo aguarda explicações dos EUA, afirma ministro da Justiça
Bug da Apple se espalha no twitter e promove caos digital
Projeto que estimula 'lan house' é aprovado pela CAE
CRE quer saber se empresas de telecomunicações conheciam esquema de espionagem no Brasil
2013 com muitas novidades
Lista negra
Não é magia, é tecnologia
Mito ou verdade: processadores com mais núcleos são sempre melhores?
Anatel autoriza venda do iPhone 5 no Brasil
Youtube explica a retirada do vídeo que levou o diretor geral no Brasil para a prisão
Senha do banco central francês era 123456
Empresa chinesa lança cópia do iPhone 5
Samsung paga 1 bilhão da Apple
Internet via rede elétrica: o futuro?
HTML5 é a bola da vez!
Motorola mobility vai cortar 4 mil empregos, 20% do total
Hotmail.com será cancelado!
Ultrathins?
Câmera digital ou smartphone?
O perigo de vivermos desconectados da vida real
Google pode lançar cinco smartphones Nexus até o fim do ano
Vantagens e desvantagens dos ultrabooks
Google lança armazenamento na "nuvem"
O que fazer com meu micro velho?
Vale a pena montar um micro?
Pinterest, o que é isso?
Após fechamento do megaupload, filesonic pára compartilhamento de arquivos
Governo dos EUA fecha megaupload e prende seu fundador
Em rumo ao sucesso: sua empresa é conectada?
4G
Computação em nuvem
Uma homenagem a você!
Videogames atrapalha vida sexual masculina
Boas Festas Digital
Amazon poderá chegar ao Brasil
Linkedin abre escritório regional no Brasil
Google anuncia encerramento de wave, friend connect, knol e outros produtos
Transformando ar em água
Cloud computing
Bicicletas com freios wireless
Computador de US$25 dolares chega em dezembro
Smartphone com tela flexível em 2012
Como escolher seu proximo computador
Sal aumenta em seis vezes a capacidade do HD
Morre Dennis Ritchie, pai do Unix e da linguagem de programação C
Galaxy tab proibido na Austrália
Oito dia sem Jobs
Morre Steve Jobs
Facebook messenger é a nova ameaça ao google e às operadoras
Google lança o sua nova rede social
Como escolher um tablet?
Senhoras e senhores os "ULTRABOOKS".
IBM comemora 100 anos de existência
Celular pode causar cancer?
Proteção para seu HD
Hortolandia terá Líder mundial de produtos e serviços de telecomunicações
Vovó pára internet no país inteiro
Relembrando o Passado
Lei para regulamentação da área de T.I.
Chip nos automóveis a partir de junho é obrigatório!
Urgente! microsoft alerta sobre nova vulnerabilidade do Windows
Motorola apresenta tablet Xoom e o Atrix 4G, smartphone que funciona como dublê de laptop
Tablet PC, o que é isso?
Geração Y
Sete táticas de vendas em TI
Potência RMS x PMPO
TV 3D na sua sala de estar!
Perigos de invasão no windows
Compras de natal na net: Segurança nas compras pela web.
Sherlok Holmes digital
Sete termos de tecnologia para serem desmistificados
Até a microsoft tem programas gratuitos
O que é um wiki?
Como garantir segurança e disponibilidade da infraestrutura
Vídeo currículo: a nova tendêndencia do mercado de trabalho
Chega o kinect: Tecnologia da microsoft para vídeo-game sem controle.
Soluções para o lixo tecnológico
Apple anuncia iPhone 4
Escritório online
Microsoft confirma lançamento do projeto natal
Seja capaz
Introdução

COMENTE ESTE ARTIGO:
Nome:
Email:

(0 / 255)
O tamanho máximo do comentário é de 255 caracteres.
Atenção!
Você irá receber um email para confirmar seu comentário para que o mesmo seja publicado nesta página, portanto o campo Email é de preenchimento obrigatório e, ao enviar, você assume a responsabilidade pelas suas palavras inseridas neste comentário.
*NOTA : o JornalRMC abre esse espaço para que nossos colunistas exponham, de forma voluntária, seus pontos de vista sobre os assuntos em que são especialistas. Dessa forma, as opiniões apresentadas são de única e exclusiva responsabilidade dos mesmos, não refletindo necessariamente a opinião do portal e de seus editores.

 
SOS Impressoras
Rádio Novo Tempo Campinas
Cadastro Nacional de Pessoas Desaparecidas

.: Acessos: 8.702.828 :. | .: desde Agosto/2007 :. | .: contato: imprensa@jornalrmc.com.br :. | .: desenvolvido por: LINDEMUTH Comunicação :.