E agora, Hortolândia?

Compartilhar no Facebook

Enviar por email Imprimir este artigo
 

Tomando como pano de fundo os versos de Carlos Drummond de Andrade, imaginei fazer alguma “coisa” com ou para a nossa Hortolândia, a cidade de que aprendi a gostar.

E agora, Hortolândia?
Tua emancipação chegou
a luz brilhou sobre tuas terras,
enchendo de esperança,
todos nĂłs que aqui vivemos
e sofremos para construir um bom lugar
para morar e sonhar.
E agora tu que chegas de perto e de longe
Pensando enquanto constrĂłi o teu mundo
Que ama a pura terra despida
Sem roupa, mas com coragem.
E agora, Hortolândia?

Estás solta na imensidão do progresso
buscando identidade.
AusĂŞncia de coragem?
Teu povo tem e Ă© aguerrido
atrevido e cheio de vontade
já não pode ficar parado
esperando acontecer.
Vai Ă  luta, pois sabe lutar
sem esvanecer seu desejo
sem intimidar ante Ă  luta.
Teu povo tem sorriso,
pois se orgulha de Ti
porque sabe pra que veio.
Nada te pega despreparada
pois tem brilho prĂłprio.
E agora, Hortolândia?

E agora, Hortolândia?
No teu momento de pujança,
crescimento Ă© o que se nota.
Tua gente faz a festa,
Porque tem pressa de dias melhores.
Sem importar com tuas concorrentes,
sais destemida rumo ao sol,
o sol da justiça e igualdade entre os povos.
Trilhando caminhos certos que te levará
ao pĂłdio dos vencedores, pois aqui
Se encanta e canta. Também faz arte.
A arte do saber fazer e acontecer
sem importar-se com a adversidade
dos ventos das grandes transformações.
E, ainda que batam com impetuosidade,
Sais mais altaneira e garbosa, charmosa
pois teu povo te gosta.
E agora?

E agora, Hortolândia?
És reconhecida e mimada
a corrente do progresso puxa
o Brasil te enxergou
a mĂ­dia foi justa
Cumpriu seu papel.
Dos tropeiros do passado,
para os tempos modernos,
a indĂşstria pesada e de tecnologia
dĂŁo o tom e o compasso.
Mas tem muita pressa
pois Ă© composta de gente
Gente boa e orgulhosa e envaidecida
de ser portadora dessa insĂ­gnia.
NĂŁo temos minas de ouro
nosso ouro Ă© nossa gente
a mesma que chora e ri
que labuta na peleja insana
do futuro porvir.
Hortolândia, e agora?

E agora, Hortolândia?
Teus corredores e passagens, ah!
Sabe, tu és até bonita e receptiva.
NĂŁo somos TaboĂŁo nem CarapicuĂ­ba
muito menos Goiânia ou Curitiba
com suas peculiaridades.
Encontro-te sempre de braços abertos,
acolhendo a todos.
Nos programas e projetos, teu povo está inserido
porque Hortolândia é Cultura e é Esporte
Também é Lazer para nossas crianças.
Teus projetos sĂŁo de inclusĂŁo
porque sabe a tua vocação.
E agora, vocĂŞ?
Hortolândia, e agora?


Ary Goiano
Professor de Educação Física, Pedagogo e pós-graduado em Docência do Ensino Superior. Atuou como professor no IASP. Gestor escolar na rede de escolas adventistas. Relações estudantis em Goiás – Anápolis. Gestor do Lar Infantil de Areal - RJ - ligado ao IGASE/Golden Cross. Concepção editorial do "Acontece em Hortolândia" - revista mensal de Esporte, Cultura e variedades, da Prefeitura de Hortolândia
Email: arygoiano@hotmail.com


Comentários deste artigo:
odair
09/08/2010 - 10:57
oi, prof. ary.
gostei de encontrar este teu lado poético... desejo-lhe sucessos.
odair


Mais textos deste colunista:
Meio Ambiente - Nossa vida por um fio
Repensando o Natal
Libertas Quae Será Tamen

COMENTE ESTE ARTIGO:
Nome:
Email:

(0 / 255)
O tamanho máximo do comentário é de 255 caracteres.
Atenção!
Você irá receber um email para confirmar seu comentário para que o mesmo seja publicado nesta página, portanto o campo Email é de preenchimento obrigatório e, ao enviar, você assume a responsabilidade pelas suas palavras inseridas neste comentário.
*NOTA : o JornalRMC abre esse espaço para que nossos colunistas exponham, de forma voluntária, seus pontos de vista sobre os assuntos em que são especialistas. Dessa forma, as opiniões apresentadas são de única e exclusiva responsabilidade dos mesmos, não refletindo necessariamente a opinião do portal e de seus editores.

 
SOS Impressoras
Rádio Novo Tempo Campinas
Cadastro Nacional de Pessoas Desaparecidas

.: Acessos: 10.636.534 :. | .: desde Agosto/2007 :. | .: contato: imprensa@jornalrmc.com.br :. | .: desenvolvido por: LINDEMUTH Comunicação :.