Crescimento desorganizado provoca reações da natureza

Compartilhar no Facebook

Enviar por email Imprimir este artigo
Silvestre Gonçalez
silvestre@desktop.com.br
 

Infelizmente para as futuras gerações a Conferência do Clima em Copenhague terminou sem acordo. As lideranças governamentais que participaram não deram conta da importância da sustentabilidade do planeta. Demonstraram que o crescimento dos países não pode parar, não medindo com isso as consequências sociais e ambientais num futuro remoto.

Pelo menos essa Conferência em Copenhague realizada na capital da Dinamarca em dezembro de 2009 serviu para alguma coisa, mostrou ao mundo que ninguém pode alegar ignorância quanto às investidas do homem em nome do crescimento sem respeitar as normas ambientais. E o país que não cumprir essas normas será cobrado pela população em curto prazo.

Ficou bem claro que os países ricos poluem mais e também são omissos na questão do aquecimento global, mas todos reconhecem a existência do problema e a extrema urgência para enfrentá-lo, mas não ficaram estabelecidas metas exigíveis e por onde começariam. Apenas alguns acertos foram estabelecidos numa declaração de intenções que não tem valor legal.

Só não enxerga quem não quer ver, pois a natureza está dando as respostas para as reuniões, conferências e fóruns realizados pelos governantes sem metas para controlar as emissões de poluentes na atmosfera. Enquanto isso a população sofre com as catástrofes climáticas.

Os verdadeiros ambientalistas e aqueles que lutam por um planeta melhor, esperam um comprometimento maior por parte dos países ricos nas questões climáticas. Enquanto os governantes não tomam nenhuma decisão concreta para amenizar o aquecimento global, cada pessoa poderá ter um papel fundamental nessa luta pela melhora do meio ambiente.

É essencial que todas as pessoas estejam engajadas na reeducação do comportamento para garantir um futuro melhor para a humanidade, pois os recursos do planeta são esgotáveis.

Algumas mudanças no comportamento contribuem para amenizar o aquecimento global, como por exemplo: diminuindo o tempo no banho; optando por automóveis com combustíveis mais limpos; preferindo comprar em lojas que adotem práticas sócio-ambientais corretas; trocando as lâmpadas incandescentes por fluorescentes; não deixando os aparelhos em standby; plantando uma árvore; evitando pegar sacolas plásticas desnecessariamente; usando pilhas recarregáveis; imprimindo e-mails e documentos somente quando necessário; em vez de lavar a calçada com água, use uma vassoura para varrer; em vez de jogar o lixo sem separar, separe o lixo para reciclagem; não jogue nenhum tipo de lixo nos vasos sanitários; nunca jogue o óleo de cozinha usado no ralo da pia; economize energia elétrica, enfim dê a sua contribuição mudando o seu comportamento e com isso estará ajudando a natureza.


Silvestre Gonçalez
Jornalista, publicitário, pós–graduado em Administração e Marketing.
Email: silvestre@desktop.com.br




Mais textos deste colunista:
Passado no presente
Palavras
Sonhos
Maldade
Destacar-se
Distanciamento
Planejamento
Teimosia
Confiança
Escolha
Perseverança
Gratidão
Esperança
Valorize-se
Humildade
Ansiedade
Desapego
A tecnologia nos distancia
Aproveitando as oportunidades do Marketing
Removendo as máscaras
Novo perfil econômico de Sumaré
Os perigos das redes sociais
Uma paixão nacional
Um recado aos políticos
Presente de Natal
Superando suas metas
Afinal, qual é o seu talento?
Inimigo dos relacionamentos
Deserto financeiro
O impacto do desânimo
Atitudes de algumas pessoas
Não ceder à corrupção
Escassez de profissional especializado
Investindo no futuro
Fazendo uma fezinha
Déficit habitacional na RMC
Nota fiscal solidária
Energia com sustentabilidade
Como é bom ser brasileiro
Perigo no trânsito
A inveja destrói
Você é feliz no seu trabalho?
Use a raiva a seu favor
Chega de empurrar com a barriga
Em busca do conhecimento
Traçando objetivos
Pra que sofrer?
Superando as adversidades
Aproveitando melhor o tempo
Quebrando a rotina
O valor da disciplina
A intolerância com os outros
Reta final
Você decidiu em quem votar?
Voto Regional
Meu voto não tem mistério
Faça parte dessa história
Por que Sumaré merece ter Deputado?
Networking gera benefícios e amplia relacionamentos
O perigo da murmuração
O que faz um deputado?
Espírito empreendedor
Em quem você votou nas últimas eleições?
Água, líquido precioso
O prazer em viajar
Entre vitórias e derrotas
As aparências enganam
Ecologicamente correto
A experiência de um sábio
Acreditar é diferente de confiar
Política se discute?
A Influência da Assessoria na Liderança
Os olhos não mentem
Fale menos, faça mais
2012 será o fim do mundo?
Aos meus amigos
Sustentabilidade para garantir futuras gerações
Natal, presente de Deus

COMENTE ESTE ARTIGO:
Nome:
Email:

(0 / 255)
O tamanho máximo do comentário é de 255 caracteres.
Atenção!
Você irá receber um email para confirmar seu comentário para que o mesmo seja publicado nesta página, portanto o campo Email é de preenchimento obrigatório e, ao enviar, você assume a responsabilidade pelas suas palavras inseridas neste comentário.
*NOTA : o JornalRMC abre esse espaço para que nossos colunistas exponham, de forma voluntária, seus pontos de vista sobre os assuntos em que são especialistas. Dessa forma, as opiniões apresentadas são de única e exclusiva responsabilidade dos mesmos, não refletindo necessariamente a opinião do portal e de seus editores.

 
SOS Impressoras
Rádio Novo Tempo Campinas
Cadastro Nacional de Pessoas Desaparecidas

.: Acessos: 7.164.429 :. | .: desde Agosto/2007 :. | .: contato: imprensa@jornalrmc.com.br :. | .: desenvolvido por: LINDEMUTH Comunicação :.