Celebração do Natal: origem, símbolos e significados

Compartilhar no Facebook

Enviar por email Imprimir este artigo
 

A festa do Natal é celebrada em muitos lugares no mundo, data em que os cristãos comemoram o nascimento de Jesus Cristo, na singela gruta de Belém. Apesar de tradicionalmente ser considerado um feriado cristão, o Natal é amplamente comemorado por muitos não-cristãos, e entre os costumes populares típicos do feriado estão as decorações natalinas, a preparação da ceia de Natal, a troca de presentes e cartões, as músicas natalinas e as festas de igreja, não esquecendo também do Papai Noel que é uma figura mitológica popular em muitos países, associada com os presentes para as crianças.

Não se sabe com exatidão a data do nascimento de Jesus, segundo historiadores, somente a partir do ano de 336 d.C. é que o Natal passou a ser celebrado no dia 25 de dezembro, nas formas como conhecemos hoje. Os romanos comemoravam o início do inverno no dia 25 de dezembro na Roma antiga, por isso, acredita-se, que haja uma relação deste fato com a oficialização da comemoração do Natal. Antigamente as comemorações de Natal duravam até doze dias, pois acredita- se ser este o tempo que os três reis magos levaram para chegar até a cidade de Nazaré e entregarem os presentes ao menino Jesus. Atualmente, costumamos desmontar as árvores e as demais decorações natalinas doze dias após o Natal, data em que comemoramos a Epifania do Senhor, que é a manifestação de Jesus como filho de Deus e Salvador do mundo.

A maior parte da história do Natal se origina da Bíblia (Lc 2 e Mt 1-2) e durante muitos anos era considerado apenas como uma festa religiosa. Aos poucos, o Natal foi incorporado aos costumes do povo, sem ter uma relação direta com a Igreja, e hoje, a celebração de Natal é uma data comercialmente importante, gerando aumento de faturamento em vários setores da economia.

Em clima de alegria e de festa, as confraternizações se intensificam no período que antecede o Natal, pessoas de todas as idades, classes e raças se mobilizam enfeitando as casas, ruas, lojas, praças, com árvores de Natal, pisca piscas, guirlandas e presépios, preparando tudo da melhor maneira possível para comemorar as festividades. Muitos costumam reunir a família, trocar presentes, participar de amigo secreto. A data sensibiliza as pessoas e os gestos de solidariedade são reavivados. As ações solidárias ficam mais intensas e muitas campanhas são realizadas para arrecadar donativos aos menos favorecidos (brinquedos, alimentos, vestuário, material escolar) ou seja , algumas pessoas se tornam verdadeiros “papais noéis” e renovam no coração de muitos (sobretudo nas crianças) a esperança de um amanhã melhor. Visitas em hospitais, asilos, orfanatos também se intensificam, e como seria bom, se estes gestos fossem estendidos por todos os dias do ano.

E os símbolos usados no natal, o que significam?
• ÁRVORE DE NATAL: simboliza a paz, a alegria, a esperança e a vida na tradição cristã.
• PRESÉPIO DE NATAL: esta tradição de montar presépios teve início com São Francisco de Assis, no século XIII. O presépio mostra o cenário do nascimento de Jesus, ou seja, uma manjedoura, os animais, os reis magos e os pais do menino.
• PAPAI NOEL: a figura do bom velhinho que dá presentes para as crianças no Natal, foi inspirada num bispo chamado Nicolau, que nasceu na Turquia em 280 d.C.
• ESTRELA DE NATAL: na ponta da árvore de Natal e, muitas vezes, sobre o presépio coloca-se a Estrela de Belém. Simboliza a estrela-guia dos magos e sábios do Oriente. A Estrela possui quatro pontas e uma cauda luminosa, como um cometa.
• SINOS DE NATAL: o sino simboliza o respeito ao chamado divino e representa o ponto de comunicação entre o céu e a terra. Representa o anúncio para a humanidade do nascimento de Jesus Cristo, o Salvador.
• GUIRLANDA: é usada como enfeite nas portas de entrada das residências na época do Natal. Durante o advento, em muitos países, se faz com ramos de pinheiro uma coroa ou guirlanda com quatro velas para esperar a chegada do menino Jesus. Estas velas simbolizam as grandes etapas da salvação em Cristo.

Para os cristãos, o Natal tem um significado espiritual profundo. Ele não é visto apenas como mais um feriado do calendário a ser comemorado ou a época propícia para manifestar um espírito mais solidário, praticar atos de caridade, demonstrar afeto, sem dúvida, essas coisas têm o seu valor e são importantes, mas, quando lemos ou ouvimos os evangelhos que retratam a vida de Jesus, é impossível ficarmos passíveis diante do fato que constitui o verdadeiro significado do Natal: a graça de Deus manifestou-se! É Deus revelando-se na própria condição humana.

“E o Verbo se fez carne e habitou entre nós” (Jo 1, 14). É Natal. Festa da presença amorosa de Deus na história, no mundo e na vida. Feliz e abençoado Natal com Cristo!


Rosemary Ross
Formada em Letras e cursou Teologia para Leigos.Reside em Pato Branco – Paraná. Impelida pelo desejo de evangelizar por meio da linguagem escrita, elaborou estes dois livros e por meio de suas mensagens, espera ajudar as pessoas a reencontrarem a paz , a alegria e a esperança. Livros: “Uma mensagem por dia, o ano todo” (Paulinas Editora) e “Mensagens e orações para diversas situações do dia a dia” (Paulinas Editora).É colaboradora de diversos sites, blogs, jornais e revistas do país.
Email: rose.ross@brturbo.com.br
Site: www.rosemaryross.com.br




Mais textos deste colunista:
Dia das Mães
Páscoa é a festa da vida, da esperança, da fé e do amor!
Campanha da Fraternidade e a juventude
Este ano, tenha atitude e faça diferente!
Celebração do Natal: origem, símbolos e significados.
20 de novembro - Dia nacional da consciência negra
O professor e seu papel frente às novas tecnologias
Semana da pátria e os desafios contemporâneos
No mundo moderno ser pai é um grande desafio
GRIPE A (H1N1) – PREVENÇÃO AINDA É O MELHOR REMÉDIO
O Brasil é sede das comemorações do Dia Mundial do Meio Ambiente
Mensagem para as mães
A expansão das redes sociais no Brasil e no mundo.
Celebrar a Páscoa...
Comprometa-se com sua saúde e tenha uma vida longa e saudável
Dia internacional da mulher – uma história de lutas e conquistas
Salas de aula tradicionais se adaptam ao uso das novas tecnologias
O que você pretende mudar em 2012?

COMENTE ESTE ARTIGO:
Nome:
Email:

(0 / 255)
O tamanho máximo do comentário é de 255 caracteres.
Atenção!
Você irá receber um email para confirmar seu comentário para que o mesmo seja publicado nesta página, portanto o campo Email é de preenchimento obrigatório e, ao enviar, você assume a responsabilidade pelas suas palavras inseridas neste comentário.
*NOTA : o JornalRMC abre esse espaço para que nossos colunistas exponham, de forma voluntária, seus pontos de vista sobre os assuntos em que são especialistas. Dessa forma, as opiniões apresentadas são de única e exclusiva responsabilidade dos mesmos, não refletindo necessariamente a opinião do portal e de seus editores.

 
SOS Impressoras
Rádio Novo Tempo Campinas
Cadastro Nacional de Pessoas Desaparecidas

.: Acessos: 8.712.844 :. | .: desde Agosto/2007 :. | .: contato: imprensa@jornalrmc.com.br :. | .: desenvolvido por: LINDEMUTH Comunicação :.