Vivendo na contradição

Compartilhar no Facebook

Enviar por email Imprimir este artigo
Aline Aparecida Rocha
alineaparecidarocha@hotmail.com
 

A história aconteceu de modo inusitado. Era tudo estranho e diferente, muitas contradições para se viver, destacando-se também as proibições.

Parei para pensar em quantas partes se divide a vida. Qual o sentido de viver pela metade? Não seria bem melhor se sentir completo ou até mesmo transbordar? Mas será que acontece com todas as pessoas, essas fases de tristezas?

Me sinto preso por minhas próprias vontades. Dentro de mim existem desejos volumosos. Vivo dias com a sensação de estar vivendo séculos.

Talvez eu não encontre mais nenhuma explicação capaz de decifrar meus sentimentos. E apesar desse cansaço todo, o sentir se torna algo tão lindo, que ouso me precipitar na sensibilidade da escolha de ir além.

Se me perguntarem se já me cansei, sem nenhum receio ou vergonha, minha resposta será sim.
Sou gélida, por isso não desisto. Não desisto de mim, nem do meu coração.


Aline Aparecida Rocha
Escritora e estudante. Publicou seu primeiro livro em 2012, titulado como "Gritos de Fé". Fez cursos de Informática, Hotelaria, Turismo, Marketing, Eventos, Gestão em Meio Ambiente e Administração de Empresas.
Email: alineaparecidarocha@hotmail.com
Site: www.facebook.com/FrasesAlineRocha




Mais textos deste colunista:
Medos:
A vida corre:
Ânimo versus desânimo:
A vida muda:
Feliz Ano Novo:
Terça-feira:
Caio mas no chão não fico:
Chove aqui:
Os fortes também desistem:
A razão da felicidade:
Não ouse desistir:
O amor que não se afoga:
A menininha cresceu:
Faça o melhor pra você:
Somos tudo. Ou nada:
Basta-me:
Saudade
Nada, nunca, foi em vão:
O amor é sempre mais:
Aprender
Sonhos e só
Palavras que não saem
Meus 10 anos
O desejo do meu eu
O viver

COMENTE ESTE ARTIGO:
Nome:
Email:

(0 / 255)
O tamanho máximo do comentário é de 255 caracteres.
Atenção!
Você irá receber um email para confirmar seu comentário para que o mesmo seja publicado nesta página, portanto o campo Email é de preenchimento obrigatório e, ao enviar, você assume a responsabilidade pelas suas palavras inseridas neste comentário.
*NOTA : o JornalRMC abre esse espaço para que nossos colunistas exponham, de forma voluntária, seus pontos de vista sobre os assuntos em que são especialistas. Dessa forma, as opiniões apresentadas são de única e exclusiva responsabilidade dos mesmos, não refletindo necessariamente a opinião do portal e de seus editores.

 
SOS Impressoras
Rádio Novo Tempo Campinas
Cadastro Nacional de Pessoas Desaparecidas

.: Acessos: 7.251.331 :. | .: desde Agosto/2007 :. | .: contato: imprensa@jornalrmc.com.br :. | .: desenvolvido por: LINDEMUTH Comunicação :.