O bem contra o mal (parte 1)
A batalha invisível
Compartilhar no Facebook

Enviar por email Imprimir este artigo
Vlaj Lindemuth
vlajmuth@hotmail.com
 

Pretendo iniciar hoje o meu trabalho também como colunista neste veículo de comunicação como um trabalho de formiguinha na busca de conscientização para a grande guerra que acontece diante de nossos olhos, mas que não vemos, que é a luta constante do bem contra o mal para conquistar o nosso coração. De que lado você e eu estamos?

Tudo o que Deus faz é perfeito. Através de Sua Onisciência, Deus criou um mundo maravilhoso e durante a semana da criação sempre declarava que o que havia criado era bom (Gen. 1:4, 10, 12, 18, 21 e 25). No final do sexto dia, após Deus ter criado o homem e a mulher, Ele viu tudo o que havia criado e declarou que tudo era muito bom (Gen. 1:31).

O homem foi criado para dominar a natureza e não para ser dominado (Gen.1:28). Mas Satanás, o Lúcifer caído, tentou o homem a duvidar de Deus e conseguiu fazer o homem perfeito desobedecer à ordem de Deus, ao desviar sua atenção, ou seja, tirou o foco de Adão em Deus, o Pai e Criador.

Através desta primeira “vitória” de Satanás, ao induzir o homem ao pecado, ele roubou e se apoderou do nosso mundo, o qual havia sido criado para o nosso domínio. Desde então, Satanás tem barganhado com o homem, pelas tentações, querendo comprar o nosso coração com as riquezas oferecidas pelo mundo que sempre foi nosso por direito.

Mas todo erro produz conseqüências desastrosas. O pecado, que significa desobediência ou transgressão da Lei de Deus, ou Sua Ordem, deveria ser pago de alguma forma. Em Romanos 6:23 está escrito que “o salário do pecado é a morte...”. Então o homem passou a conhecer a morte, que teve que ser instituída para por fim à vida de sofrimento e dor causada pela entrada do pecado.

Desde a expulsão de Lúcifer do Céu, transformando-se em Satanás, o Diabo tem sido Inimigo de Deus, querendo destruir tudo o que Ele fez ou faz, a começar por nós, que somos filhos de Deus. Portanto, é nosso inimigo declarado. Mas mesmo assim tenta se passar por bonzinho e conquistado seguidores cegos que se intitulam satanistas.

Infelizmente muitas vezes temos permitido que Satanás continue tendo pequenas vitórias em nossas vidas e em nossos lares quando perdemos o foco e desviamos nossa atenção de Deus, o nosso Pai e Criador.

Um ser que já possui mais de 6.000 anos de experiência como tentador e que traz em seu currículo inúmeras conquistas, sabe muito bem o que está fazendo, sabe o que quer e tem seus planos traçados de quais são os melhores métodos para tentar destruir a cada um de nós.

Mas antes mesmo que Adão houvesse pecado, Deus já sabia o que fazer caso o homem viesse a cair. Assim como nós também nos preocupamos com os nossos filhos e sempre temos um “Plano B” para salva-los caso se metam em perigo ou se machuquem. Então, Deus deu início ao Plano da Salvação, ou Plano da Redenção, o qual tem sido o método usado por Ele para nos resgatar das forças do mal, das garras de Satanás, e nos levar de volta para a casa do Pai.

No passado, o diabo usava métodos cruéis para destruir os homens, fomentando guerras para destruição em massa.

Porém, hoje, sabendo o inimigo que o tempo do fim está próximo, ele tem usado todas as armas possíveis para a destruição em massa, mas atingindo individualmente a cada um em seu “ponto fraco”, como quem oferece doce a uma criança.

O inimigo jamais virá para nos tentar em sua forma original, como um monstro. Pelo contrário, ele vem disfarçado em coisas boas. Apresenta-se da forma mais agradável possível de acordo com o gosto de cada pessoa.

Se pensamos que em nossos dias temos os melhores publicitários, que conseguem produzir propagandas lindas e criativas capazes de vender qualquer produto, estamos enganados, pois este nosso inimigo “milenar” sabe muito bem como influenciar as pessoas.

Abramos os nossos olhos, ouvidos e boca apenas para as coisas de Deus. Vamos olhar mais para Ele, ouvir a Sua voz e degustar da Sua Palavra diariamente, constantemente.

Para finalizar o artigo de hoje, deixo um texto extraído do capítulo 32 – Armadilhas de Satanás, do livro “O Grande Conflito”, da autora Ellen G. White:

“Ninguém, sem oração, se encontra livre de perigo durante um dia ou uma hora que seja. Especialmente devemos rogar ao Senhor sabedoria para compreender a Sua Palavra. Ali estão reveladas as armadilhas do tentador, e os meios pelos quais se pode a ele resistir com êxito. Satanás é perito em citar as Escrituras, dando sua própria interpretação às passagens pelas quais espera fazer-nos tropeçar. Devemos estudar a Bíblia com humildade de coração, nunca perdendo de vista nossa sujeição a Deus. Ao mesmo tempo em que nos devemos guardar constantemente contra os ardis de Satanás, cumpre com fé orar sempre: ‘Não nos deixes cair em tentação’ Mat.6:13.”

Boa semana a todos e que Deus nos abençoe em tudo...


Vlaj Lindemuth
Publicitário, Analista Desenvolvedor de Sistemas, pós-graduado em Engenharia de Sistemas, criador e desenvolvedor do Jornal RMC
Email: vlajmuth@hotmail.com
Site: www.jornalrmc.com.br




Mais textos deste colunista:
O bem contra o mal (parte 2)
Homenagem ao Dia da Mulher: "Mulher Brasileirêza"

COMENTE ESTE ARTIGO:
Nome:
Email:

(0 / 255)
O tamanho máximo do comentário é de 255 caracteres.
Atenção!
Você irá receber um email para confirmar seu comentário para que o mesmo seja publicado nesta página, portanto o campo Email é de preenchimento obrigatório e, ao enviar, você assume a responsabilidade pelas suas palavras inseridas neste comentário.
*NOTA : o JornalRMC abre esse espaço para que nossos colunistas exponham, de forma voluntária, seus pontos de vista sobre os assuntos em que são especialistas. Dessa forma, as opiniões apresentadas são de única e exclusiva responsabilidade dos mesmos, não refletindo necessariamente a opinião do portal e de seus editores.

 
SOS Impressoras
Rádio Novo Tempo Campinas
Cadastro Nacional de Pessoas Desaparecidas

.: Acessos: 10.400.270 :. | .: desde Agosto/2007 :. | .: contato: imprensa@jornalrmc.com.br :. | .: desenvolvido por: LINDEMUTH Comunicação :.