Eleições 2014

Compartilhar no Facebook

Enviar por email Imprimir este artigo
Gabriela Silva Peres
gabrielaspperes@gmail.com
 

As eleições estão ai e questiono frequentemente em "o que vamos fazer".
Talvez devêssemos relevar os furos da corrupção marcados por um governo Trabalhista, e notar o que nos resta.
Marina Silva? Porque não?
Acho que também foi-se o tempo dos Tucanos.

O poder deve ter notado que a população não é mais tão ingênua. Estamos em tempos de que ricos também votam no PT e possivelmente pensa-se no "outro".

Ainda somos alienados por partidos que nos faz acreditar que só temos um lugar pra morar por causa do "minha casa, minha vida", que um negro no poder é devido as cotas e que nossa situação melhorou devido o aumento do salário mínimo.

Engraçado, o salário aumentou no final de 2013. Quando são as próximas eleições?
Ainda acredita-se que facilitam a vida do povo para o bem estar da maioria. Quanta bobagem!
Vivemos numa ditadura, onde são impostos os interesses maioritários que faz com que o pensamento do povo se resuma a algo imbecil.

Não podemos acreditar em ajudas milagrosas, em cotas para negros, em diminuição da maioridade penal em tempos que o que vale é o dinheiro, o poder.
Devemos aprender que não somos nada e nunca seremos. O único poder que temos para lutar contra isso é ter conhecimento e perspicácia para não cair nas artimanhas de tanta safadeza e falta de decência.

Vamos acordar, não estamos lidando com "Lulinha paz e amor", estamos lidando com poder, dinheiro, status e mais dinheiro.
Não podemos misturar nossos conceitos de amor e felicidade plena com política. Não funciona.
Para compreender a política, temos que pensar como ratos.

A realidade é que precisamos pensar, mas pensar não é pra todos. Devemos questionar sim um governo que por não ter sido o pior, também não foi o melhor.
Do que realmente nosso povo precisa? Quem pode suprir essas necessidades?
É dando casas em menor valor para os pobres ou 30 reais para o gás que chegaremos num consenso de sociedade?

"Ta" resolvendo o problema?

Alguns não aceitam críticas de um governo que "mais fez pelo povão".
Será que é este mesmo o conceito de "fazer".
Será que não é assim mesmo que queiram que pensamos???

Se o governo estivesse preocupado com o bem estar da maioria, não gastaria milhões em obras pra fazer bonito pro Obama ver.
Enquanto a Dilma retoca a maquiagem pra discursar na copa, ainda estamos aqui, vivendo num país milionário onde ainda existem pessoas que não possuem o que comer.

Já viram aqueles miseráveis que passam sede no nordeste?
Claro que trinta reais por mês ajudam essas pessoas. Claro!


Gabriela Silva Peres
Formada em jornalismo pela Universidade Paulista - UNIP
Email: gabrielaspperes@gmail.com
Site: gabrielaperesportifolio.blogspot.com.br
Blog: peresgabrielaperes.blogspot.com.br




Mais textos deste colunista:
Projeto Cão Feliz
O que fazer quando falta inspiração para escrever
O que define uma relação
O DIFÍCIL ACESSO A EDUCAÇÃO
Namore um barrigudinho
Depoimento de um Call Center
Idolatre a Dúvida
Os Black Blocs
Cara de Pau (Augusto Antunes)
Marginalzinho marginalizado?
Deixa eu falar filha da puta!
Governo "dilma"
Qual é a cor do inimigo?
INVEJA
O que não pode ser debatido numa democracia?
UNIVERSIDADE PARA TODOS. AHAN ...
Se eu morrer, façam festa
Por que estão com tanto medo, homens de pequena Fé? (Mateus 8:26)
Não é mais tempo de votarmos no PT
Pra quem nasce na guerra, a paz não existe
Ônibus lotado, cansativo, apertado. Tudo errado
Ópio ou não, pra que religião?
Comer bebês é proibido, afirma Governo
E "Deus fez o homem e a mulher". E ponto ?
TRAIÇÃO

COMENTE ESTE ARTIGO:
Nome:
Email:

(0 / 255)
O tamanho máximo do comentário é de 255 caracteres.
Atenção!
Você irá receber um email para confirmar seu comentário para que o mesmo seja publicado nesta página, portanto o campo Email é de preenchimento obrigatório e, ao enviar, você assume a responsabilidade pelas suas palavras inseridas neste comentário.
*NOTA : o JornalRMC abre esse espaço para que nossos colunistas exponham, de forma voluntária, seus pontos de vista sobre os assuntos em que são especialistas. Dessa forma, as opiniões apresentadas são de única e exclusiva responsabilidade dos mesmos, não refletindo necessariamente a opinião do portal e de seus editores.

 
SOS Impressoras
Rádio Novo Tempo Campinas
Cadastro Nacional de Pessoas Desaparecidas

.: Acessos: 7.444.562 :. | .: desde Agosto/2007 :. | .: contato: imprensa@jornalrmc.com.br :. | .: desenvolvido por: LINDEMUTH Comunicação :.