“Coluna Giro Mix passa a ser publicada semanalmente no Jornal RMC, com o propósito de destacar os principais acontecimentos sociais e culturais das 19 cidades que compõem a Região Metropolitana de Campinas.
Neste seguimento, a Coluna Giro Mix vai evidenciar também gente famosa, importante,
bonita e elegante que freqüenta os eventos mais badalados.”


  Milton Nascimento solta voz dia 31 na Red Eventos em Jaguariúna
postado em: 21/08/2013
A turnê também será feita em diversos países da Europa, América Latina e nos EUA MILTON NASCIMENTO Milton Nascimento traz a turnê “Uma Travessia” para a RED Eventos, em Jaguariúna, dia 31 A turnê também será feita em diversos países da Europa, América Latina e nos EUA No último sábado de agosto, dia 31, a RED Eventos, em Jaguariúna, recebe um dos maiores nomes da MPB. No palco da casa de eventos, Milton Nascimento. O cantor traz a turnê “Uma Travessia”, que comemora os 70 anos de vida e os 50 de carreira, que começou com o disco “Travessia”, em 1967. Os portões serão abertos às 21h30 e a previsão é que o show comece a meia noite. O show comemorativo traz os grandes sucessos do repertório de Milton Nascimento. Entre as 23 músicas que compõe a apresentação estão “Cais”, “Nuvem Cigana”, “Clube da Esquina nº 2”, “Morro Velho”, “Nos Bailes da Vida”, ”Fé Cega, Faca Amolada”, “Raça” “Maria Maria” e, claro, “Travessia”. O evento na RED terá as participações de Wagner Tiso e Lô Borges. Os ingressos para a apresentação já estão à venda em quatro setores: PISTA e ÁREA VIP (ambos em pé), CAMAROTE OPENBAR (apenas para maiores de 18 anos) e MESA (Setores A e B). Os valores do primeiro lote variam de R$ 30 a R$ 150. Os mesmos são alterados sem aviso prévio, sendo reajustados conforme os lotes se esgotem nos pontos de venda. Para adquirir os ingressos, o público de Campinas pode ir na Fnac (Shopping Dom Pedro), Equipadão (Av. Norte Sul), Oficina do Estudante (Av. Brasil), Griffe Viagens (Av. Norte Sul) e Tilli Viagens (Tilli Center Barão Geraldo). Para quem mora em Jaguariúna, vendas no O Bortolettão, na HB Cell Vivo e na Tem Festa. Já em Pedreira, O Bortolettão e a Pizzaria do Chiquinho são os pontos de venda. Em Mogi-Mirim, ingressos disponíveis no Posto do Ary e na Menina Moça. A Magazine Alcione faz as vendas em Holambra, enquanto a Mega Stillus tem convites em Santo Antônio de Posse. Já em Vinhedo, o ponto de venda é a L’Acqua di Fiori e em Indaiatuba, a Euro Star Turismo. Também há, para quem prefira, a opção de compra online. No site www.ingressorapido.com.br são encontrados os convites à venda. A realização é da GP Produções e informações podem ser obtidas no telefone 19 3867-7001 ou no site oficial do evento, em www.gpproducoes.com.br/milton. Uma Travessia – A Turnê Desde o Festival Internacional da Canção de 1967 quando classificou três musicas de sua autoria (Maria Minha Fé, Travessia e Morro Velho) que Milton Nascimento desponta no cenário mundial como um dos mais importantes músicos brasileiros de todos os tempos. Mas o ponto inicial de sua carreira aconteceu mesmo em 1962, quando ele se juntou ao amigo Wagner Tiso para fundar o conjunto de baile W’s Boys. O grupo, com sede em Alfenas (MG), era um dos mais requisitados do sul de Minas. Ainda em 1962, Milton participou de outros grupos, principalmente após sua mudança para Belo Horizonte, onde permaneceu até 1966, quando foi para São Paulo disputar o Festival Nacional da Música Popular (TV Excelsior). Neste festival, Milton ganhou o prêmio de melhor intérprete com “Cidade Vazia”, música de Baden Powell e Lula Freire. Milton ainda ficou em São Paulo até 1967, quando se mudou definitivamente para o Rio após a consagração de Travessia no Festival Internacional. Além do começo da carreira em 1962, e do “Festival Travessia” em 1967, outra data importante na carreira de Milton é o lançamento do disco Clube da Esquina, um dos maiores sucessos de 1972. E para celebrar estes três grandes marcos na carreira de Milton, a MP,B Produções e a Nascimento Música apresentam a turnê “Milton Nascimento – 50 anos de carreira”, que promete reviver todos os grandes sucessos do artista. E uma das grandes surpresas para esta série de concertos será a participação de dois grandes parceiros de Milton em todos os shows: Wagner Tiso e Lô Borges. Com o lançamento do álbum "E a Gente Sonhando" em 2010, o artista completou 38 discos gravados. Sem contar ainda centenas de participações em projetos de amigos, parceiros, músicos e cantores do mundo inteiro que diariamente procuram Milton para um trabalho em estúdio. A lista de pessoas com quem já gravou (e por quem foi gravado) não tem limites: Wayne Shorter, Mercedes Sosa, Sarah Vaughan, Peter Gabriel, James Taylor, Joe Anderson, Paul Simon, Duran Duran, Pat Metheny, Bjork, Esperanza Spalding, Jason Mraz. Certa vez, Tom Jobim declarou que gostaria de ver todas as musicas de sua autoria gravadas por Milton. E a lista de admiradores também é grande. "Nunca vi ninguém que tivesse por ele um sentimento amargo. Discreto, Milton foi se fazendo famoso sem nunca colocar a carapuça de rei", disse Dorival Caymmi num depoimento. Na opinião de Paul Simon, “suas melodias são extraordinárias, únicas. Milton Nascimento é provavelmente o maior compositor brasileiro pós Jobim/Gilberto". O parceiro Chico Buarque costuma sintetizar a relação entre eles numa frase curta e direta: "Bituca manda em mim". Sobre Milton, Herbie Hancock diz que “ele é um compositor brilhante, com uma das vozes mais incríveis que eu já ouvi. Suas melodias têm uma simplicidade, que vão direto ao centro do seu coração”. Caetano Veloso escreveu que "a palavra inventivo não o define tão bem como a palavra original, e ele é, sozinho, um movimento." Elis Regina costumava dizer que "se Deus cantasse seria com a voz de Milton". E até o ator Antônio Banderas já pediu para conhecer Milton Nascimento, o encontro aconteceu em maio de 2011, durante um almoço em Copacabana, na última passagem do astro pelo Brasil. O cantor britânico Joe Cocker, que esteve no Rio de Janeiro para um show no dia 1 de abril de 2012 também pediu um encontro com Milton. E na contramão do sucesso que obteve internacionalmente como instrumentista, compositor e cantor, Milton também tem uma presença marcante em outras áreas, seja na militância social, no cinema ou no teatro. O Rain Forest, uma espécie de "Nobel sem política", já concedeu sua principal premiação a Milton pela luta ao lado da Aliança dos Povos da Floresta, organização que reúne índios, ribeirinhos e seringueiros da Floresta Amazônica. Milton também tem papel importante junto a Anistia Internacional, a Fondatión France Liberté e atua com frequência em ações do Greenpeace. No cinema, já participou - tanto como ator quanto diretor musical - em filmes de Werner Herzog, Ruy Guerra, Paulo Cezar Saraceni, Nelson Pereira dos Santos, Silvio Tendler e Cacá Diegues. Convidado por grupos como Corpo, Ponto de Partida e pelo premiado diretor nova iorquino David Parson, Milton Nascimento tem uma extensa lista de trabalhos realizados para a dança e o teatro. Nos meses de junho e julho de 2011, aconteceu a última viagem aos Estados Unidos (e Canadá) de Milton e sua Banda 4, formada por Wilson Lopes (guitarra), Lincoln Cheib (bateria), Kiko Continentino (piano) e Gastão Villeroy (baixo). A série de oito shows recebeu elogios em todos os lugares. Antes mesmo antes de chegar à Califórnia para um show no dia 1 de julho de 2011, o jornal da Universidade de Stanford publicou um texto dizendo que "Milton é maior do que os Beatles". O Huffington Post - que enviou uma jornalista ao Canadá - o chamou de "bruxo", por causa do "transe" que causou na plateia de cinco mil pessoas em sua apresentação durante o Festival de Jazz de Montreal 2011, que reuniu nomes como Paco de Lucia, Chick Corea, Robert Plant, Prince e Tony Bennet. Após um concerto no badalado Lincoln Center, em Nova York, no dia 24 de junho de 2011, o crítico Jon Pareles, do jornal The New York Times escreveu: "Milton Nascimento, tesouro nacional". E o artista continua na estrada e, além de uma dezena de gravações realizadas em estúdios do mundo inteiro, - ele acumula ainda um significativo número de milhas em viagens com sua banda: Porto Alegre, Recife, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Lima, Seattle, San Francisco, Lisboa, Porto, Copenhagen e Nova York. Em 2013, a Turnê “Milton Nascimento – Uma Travessia”, deve passar por toda América do Sul, Europa e Estados Unidos. “Tenho certeza de que vai ser uma das melhores turnês da minha vida”. – avisa Bituca. Milton Nascimento é daqueles artistas que nunca se preocuparam com a distância, muito menos com o tamanho do lugar. Assim, como nunca se cansa de repetir: "Vou onde me chamam". Serviço: Milton Nascimento na RED Eventos, em Jaguariúna Data/Horário: 31 de agosto, a partir das 21h30 Local: RED Eventos – Av. Antártica, 1.530 (Rodovia Campinas Mogi - SP 340), Jaguariúna Atrações: - Milton Nascimento com participações de Wagner Tiso e Lô Borges Ingressos: PISTA -Estudante e Promocional - Inteira ÁREA VIP CAMAROTE OPENBAR MESAS - Setor A - Setor B Pontos de Venda: _CAMPINAS - Fnac (Shopping Dom Pedro) - Equipadão (Av. Norte Sul) - Oficina do Estudante (Av. Brasil) - Griffe de Viagens (Av. Norte Sul) - Tilli Viagens (Shopping Tilli Center) _JAGUARIÚNA - O Bortolettão - HB Cell Vivo - Tem Festa _MOGI MIRIM - Posto do Ary - Menina Moça _PEDREIRA - O Bortolettão - Pizzaria do Chiquinho _HOLAMBRA - Magazine Alcione _INDAIATUBA - Euro Star Turismo _VINHEDO - Lacqua di Fiori _SANTO ANTONIO DE POSSE - Mega Stillus _ONLINE www.ingressorapido.com.br Informações: 19 3867-7001 e www.gpproducoes.com.br/miltonnascimento Realização: GP Produções

Fotos

 
Odontologia
Sushi Bar
Higa Atacado
Euro Suit Hotel
Alta Costura GERALDO
Aguinaldo Cabelos
Brasil Invest
Otorrino - Instituto Penido Burnier
Azul Linhas Aéreas
The Royal Palm Plaza Residence

.: Acessos: 7.444.513 :. | .: desde Agosto/2007 :. | .: contato: imprensa@jornalrmc.com.br :. | .: desenvolvido por: LINDEMUTH Comunicação :.