2ª pré-conferência de saúde mental aborda a questão do atendimento digno e humanziado para todos

Evento desta terça-feira (08/02) contou com a participação de cerca de 40 pessoas

Os problemas de saúde mental podem afetar qualquer pessoa, independente de condição social ou econômica. Por isso, é importante que a rede pública de saúde faça um atendimento digno, humanizado e sem discriminação a todos. Essa foi uma das principais questões abordadas na 2ª pré-conferência de saúde mental, realizada pela Prefeitura de Hortolândia, nesta terça-feira (08/02). Aberto à população, o evento discutiu o tema “Política de saúde mental e os princípios do SUS: universalidade, integralidade e equidade”. De acordo com a Secretaria de Saúde, o evento contou com a participação de cerca de 40 pessoas, além de trabalhadores da rede municipal de saúde e integrantes do Conselho Municipal de Saúde.

Durante este mês, a Prefeitura realizará quatro pré-conferências, que são preparatórias para a 1ª Conferência Municipal de Saúde Mental. A conferência também será promovida pela Prefeitura no dia 12 de março. Cada pré-conferência abordará um dos eixos temáticos que serão discutidos na conferência municipal.

A coordenadora do Departamento de Saúde Mental da Secretaria de Saúde, Leici Santana, destaca que a 2ª pré-conferência teve resultados produtivos. “As discussões abordaram os importantes avanços que aconteceram em saúde mental. No passado, os pacientes eram submetidos a processos degradantes, com internação em manicômio. A partir dessas discussões, foram apresentadas propostas factíveis sobre mudanças nos serviços e no atendimento de saúde mental”, salienta Leici.

Outro tema importante abordado foi a questão que a saúde mental pode atingir a todos. “Qualquer pessoa pode vir a apresentar algum problema de saúde mental, que pode ser causado por questões financeiras, emocionais, de trabalho, enfim relaiconadas ao contexto da própria vida”, salienta Leici.

CONFERÊNCIA MUNICIPAL

As sugestões feitas nas pré-conferências serão discutidas na conferência. As propostas serão então apresentadas na conferência estadual, prevista para ser realizada em abril, e na 5ª Conferência Nacional de Saúde Mental, que será realizada pelo Ministério da Saúde, entre os dias 17 a 20 de maio, em Brasília.

Na conferência municipal, as discussões serão divididas em quatro eixos temáticos abaixo:

– Cuidado em liberdade como garantia de direito a cidadania;

– Gestão, financiamento, formação e participação social na garantia de serviços de saúde mental;

– Política de saúde mental e os princípios do SUS: universalidade, integralidade e equidade;

– Impactos na saúde mental da população e os desafios para o cuidado psicossocial durante e pós-pandemia.

Confira abaixo as datas, os locais e os horários das próximas pré-conferências que a Prefeitura realizará ainda neste mês, abertas para a participação popular:

3ª Pré-conferência:

Tema: Impactos na saúde mental da população e os desafios para o cuidado psicossocial durante e pós-pandemia

Data: 15/02

Horário: 18h30

Local: Salão Paroquial Dom Bruno Gamberini

Endereço: Rua Sebastião Paula, 57, Vila Real

4ª Pré-conferência:

Tema: Cuidado em liberdade como garantia de direito a cidadania

Data: 22/02

Horário: 18h30

Local: Ginásio Poliesportivo Victor SavalaEndereço: Rua Agnaldo Gomes Camargo, 500, Jardim Nossa Senhora de Fátima

Marcio Furuno
Jornalista
Departamento de Comunicação
SECRETARIA DE GOVERNO
Prefeitura Municipal de Hortolândia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.