Faltas sem aviso de pacientes a exames compromete andamento dos trabalhos, aponta Saúde da Prefeitura de Nova Odessa

Por Diretoria de Comunicação da Prefeitura de Nova Odessa/SP

A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Nova Odessa vem relatando nos últimos meses o agravamento de uma situação muito complicada: a falta dos pacientes agendados para a realização de exames e consultas. Outro grande problema detectado pela equipe de Regulação da Rede Municipal de Saúde é que as pessoas não estão atualizando seus números de telefone no cadastro municipal, e por isso muitos não atendem quando a equipe liga para informar o horário da consulta ou exame pelo SUS (Sistema Único de Saúde).

Essas duas situações vêm comprometendo o bom andamento dos trabalhos e o resultado das ações em Saúde, relata a equipe. “Quando a pessoa falta, está literalmente tirando a vaga de outro paciente. E quando não atende as ligações, também dificulta nosso trabalho, pois temos que manter funcionários insistindo em fazer um contato. Com isso, outros deixam de ser contatados e atendidos”, relatou a secretária municipal de Saúde, Sheila Moraes.

“Para se ter uma ideia, em apenas um dia da semana passada, tínhamos 12 pacientes agendados para fazer um exame de ultrassom na clínica contratada para o nosso ‘mutirão’ em Santa Bárbara d’Oeste. Compareceram apenas dois e os demais nem avisaram”, acrescentou a secretária.

“Faltar sem comunicar previamente prejudica o andamento dos agendamentos, impedindo outras pessoas de terem acesso aos exames”, reformou a coordenadora do Ambulatório de Especialidades e da Central de Regulação da Rede Municipal de Saúde, Jaqueline Serrano.

A Secretaria de Saúde esclareceu que busca sempre formas de conscientizar a população da importância de avisar quando os pacientes não puderem comparecer ao que foi agendado, seja consulta ou exame. “Mas todos os dias temos registrado faltas não informadas em exames e consultas. Tem ainda situação de paciente que agenda o transporte e não comparece. Agindo assim, tiram a vaga de outros que necessitam”, acrescentou a secretária.

“Se você paciente tem uma consulta, exame ou cirurgia agendada na Rede Pública de Saúde, não falte. Se não puder comparecer, comunique com antecedência para que outra pessoa possa ser atendida em seu lugar. Essa atitude pode ajudar a diminuir a fila e a salvar a vida de outras pessoas”, enfatizou Sheila Moraes.

Vale ressaltar que estes pacientes que faltam sem prévia justificativa sairão da lista de espera para a realização dos exames, uma vez que tiveram oportunidade de fazer e simplesmente faltaram.

MUTIRÃO DE EXAMES

Praticamente todos os dias são realizados novos exames gratuitos eletivos “atrasados” desde 2020 através do SUS (Sistema Único de Saúde) em moradores de Nova Odessa, contratados e pagos pela Secretaria de Saúde da Prefeitura. Alguns desses pacientes aguardavam há mais de um ano. Tratam-se de pedidos encontrados “na fila” em janeiro deste ano.

Até o início da última semana de setembro, a Prefeitura já havia agendado, neste ano, nada menos que 15,9 mil exames de imagem, incluindo os novos pedidos de 2021 e os antigos atendidos via “mutirão”. No caso dos “atrasados”, já haviam sido agendados, até aquele momento, 6.313 de um total de 7.789 pedidos “parados” aguardando atendimento na Rede Municipal de Saúde em janeiro deste ano (ou mais de 81% da demanda reprimida, que continua sendo gradualmente atendida).

A ação atual foi anunciada em julho pelo prefeito Cláudio José Schooder, o Leitinho, e viabilizada por um investimento de R$ 500 mil de emendas parlamentares. Isso tudo fora os “novos” pedidos deste ano, que já estão sendo atendidos em prazos considerados aceitáveis para garantir o diagnóstico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *