Pesquisas CIESP-Campinas: Indústria da Região de Campinas tem 400 contratações em julho

Sondagem Industrial aponta que modernização das Normas Reguladoras aumenta competitividade das empresas.

A indústria da região de Campinas registrou saldo positivo de 400 contratações no mês de julho. O acumulado de janeiro a julho de 2019 tem saldo negativo com 2,25 mil demissões. Esses números fazem parte das Pesquisas Nível de Emprego, Sondagem Industrial e Balança Comercial Regional, apresentadas para a Imprensa, nessa terça – 20 de agosto, pela Regional Campinas do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp).

Para o diretor em exercício do Ciesp-Campinas, José Henrique Toledo Corrêa, a expectativa da indústria regional é que o segundo semestre mantenha essa tendência positiva na geração de empregos, verificada no mês de julho. “Os indicadores apontam para uma melhora no cenário interno. A Reforma da Previdência aprovada pelo Senado e o andamento da Reforma Tributária, muito importante para o setor produtivo, poderão ajudar na retomada do mercado, que será lenta, mas precisa começar. Aliado a isso, sabemos que sazonalmente, o segundo semestre é sempre mais positivo e esperamos que essa tendência se concretize”, explica José Henrique.

Na Pesquisa de Sondagem Industrial do Ciesp-Campinas, 54,05% dos respondentes afirmaram que a modernização das Normas Reguladoras, em especial a alteração da NR 12, sinaliza uma mudança de postura do estado brasileiro rumo à desoneração e maior competitividade do setor industrial. As Normas Reguladoras dispõem sobre a segurança na operação de máquinas e equipamentos. Antiga reivindicação do setor industrial, no dia 29 de julho em Brasília, na presença de representantes da Fiesp e Ciesp, o Governo Federal assinou decretos que modernizaram as NRs.

No período de janeiro a julho de 2019, as indústrias da região de Campinas registraram um volume acumulado de exportações de US$ 1,938 bilhão. As importações da região no mesmo período foram de US$ 6,280 bilhões. As exportações no mês de julho foram de US$ 308,88 milhões e as importações US$ 1,087 bilhão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *