Piloto ‘da casa’ é destaque na etapa de abertura do Campeonato Trevilub de Velocross, em Nova Odessa

Por Diretoria de Comunicação da Prefeitura de Nova Odessa/SP

Que a adrenalina já era esperada na etapa de abertura do Campeonato Trevilub de Velocross de Nova Odessa, isso é fato. Agora, bota adrenalina aí com a bela participação do piloto novaodessense Rafael Roberto de Jesus, que conquistou a segunda colocação na categoria Júnior. A disputa acirrada aconteceu no final de semana (26 e 27/02), na área verde abaixo da Praça dos Três Poderes, e contou com a participação de 79 pilotos, inclusive de outros Estados.

O evento foi uma realização de Odyr Racing Esportes Radicais com o apoio da Prefeitura, através da Secretaria de Esportes, Cultura e Turismo. “Mais uma vez o evento foi espetacular e a etapa de abertura do Campeonato de Velocross nos surpreendeu. Tivemos excelentes e intensas disputas em todas as categorias, do 230 Pró ao Feminino, em que as mulheres fizeram a festa e deram show”, explicou Odyr Silva, que é promotor de Esportes Radicais, entre eles, o Velocross, Mountain Bike, Jeeps e Gaiolas.

Para o secretário municipal de Esportes, Thiago Gentil, esse campeonato foi mais especial ainda, com o piloto “prata da casa” conquistando pódio. “Parabenizamos o Odyr Racing pelo evento esportivo em nossa cidade, e também os pilotos que mostraram tamanha habilidade em suas máquinas, em especial ao Rafael Roberto (que compete com o patrocínio da Massaneta Pinturas e Moto Center) pela garra e o segundo lugar”, afirmou.

Foram arrecadados 49 litros de leite dos pilotos, doados à Diretoria de Promoção Social para trabalhos junto às famílias em situação de vulnerabilidade do município. “A competição dessa etapa de Nova Odessa contou com 20 baterias, divididas em diversas categorias, entre elas, cilindrada e idade. Rafael ficou atrás apenas de Matheus Lima, o que mostra que temos excelentes competidores em nossa cidade. Que venha a próxima edição”, disse o secretário-adjunto de Esportes, José Henrique de Carvalho.

Além dos troféus, a organização premiou os pilotos com vários brindes: pneus, roupas, boné, óculos de cross, entre outros. A abertura do Campeonato Trevilub de Velocross 2022 – 1ª etapa de Nova Odessa contou com muitas manobras radicais em diversas categorias: Junior, vencida por Matheus Lima, com Rafael Roberto de Jesus em segundo lugar; VX5 (Egnaldo Rodrigues, de Santa Rita do Sapucaí/MG); Feminino (Ana Júlia, de Dois Córregos); 50cc (Jonas Piffer, de São Paulo); 65cc (Leonardo); Dois Tempos (Thiago); 230 Amador (Matheus Lima); Nacional Intermediária (Felipe Souza, Muzambinho/MG); VX3, VX3 Nacional e VX4 (Ivan Aparecido da Silva, de Muzambinho/MG); e o grande vencedor do dia – Murilo Frasnelli, de Araraquara – que faturou o pódio em seis categorias: VX1, VX2, Open Importada, Open Nacional, 230 Pró e 250 Acima.

O VELOCROSS

A prova do velocross é realizada em percurso sem obstáculos e com velocidade um pouco mais reduzida a fim de garantir a segurança dos pilotos – já que eles correm em pista molhada e com muitas curvas. A duração da prova é de 12 minutos e mais duas voltas a partir da largada e vale pontuação em cinco etapas. É uma competição que proporciona a chance de ver excelentes pilotos fazendo manobras radicais em suas belas máquinas – as motocicletas off-road ou trial.

A modalidade surgiu em trechos de terra, quando alguns praticantes de trilha começaram a apostar corridas usando motos off-road. Foi trazida para a pista, tornando o esporte ainda mais seguro.

O comprimento oficial da pista nessa modalidade varia de 900 metros a 1.100 metros e as sinalizações são feitas com cores variadas de bandeiras, cada uma com um significado e placas. Os equipamentos para garantir a segurança aos pilotos de velocross são os mesmos utilizados em trilhas ou enduros: capacete, bota, óculos, joelheira, luvas, cotoveleira etc.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.