A que possa interessar sobre o Facebook

Em fevereiro de 2004 o norte americano Mark Zuckerberg, juntamente com mais três colegas, Dustin Moskovits, Chris Hungher e o brasileiro Eduardo Saverin, fundaram o FACEBOOK, cujo objetivo principal na época, era conectar as pessoas à internet e com isso, fazer com que elas  interagissem umas com as outras pessoas, através deste magnifico aplicativo.

Confesso que demorei um bom tempo para entrar na onda do “Face”, até que um dia, sei lá quando, resolvi atender aos apelos de amigos para abrir a minha página ou “fanpage”, que, diziam eles que era legal e que eu ia encontrar muitos amigos (as) e pessoas conhecidas e interagir com elas.

No começo me empolguei e comecei a postar fotos minhas em eventos sociais – os quais, já não existem com tanta frequência em Campinas –, fotos das minhas viagens por este mundão a fora e por ai vai. Só que percebi que as minhas postagens foram ficando chatas, repetitivas e muito pouca gente curtia.

Hoje quando abro o “FACEBOOK” vejo homens se exibindo seus corpos sarados e mulheres com poses sexy mandando beijinhos, muitas das quais de biquínis ou roupas minúsculas modelo “prá que”, no afã de atrair parceiros, o que eu acho ridículo.

Em minha opinião, não é se expondo de forma explicita que vai atrair um bom parceiro ou parceira. Pessoas inteligentes e de boa índole buscam outras qualidades além de beleza ou corpo sarado. Pessoas inteligentes vão muito mais pelo conteúdo do que a embalagem. E é este o meu pensamento.

De uns tempos prá cá mudei completamente as minhas postagens e pegando carona nas postagens de amigos como o Roberto Fakiani (o Faka), Lix da Cunha Neto (o Liquinho), Paulo Vitali, o jornalista e meu mestre Moretti Bueno e outros, deixei de me promover e passei a usar temas ligados ao humor, o que tem dado certo.

Hoje tenho mais de 20.500 seguidores e 5 mil amigos. Segundo a direção do “Face”, minhas postagens chegaram no inicio deste ano com mais de 680 mil curtidas, o que é uma quantia considerável de curtidores.

Na minha página do “Face” falo de temas variados que vão de política, gastronomia e outros assuntos de interesse coletivo. Minhas postagens de humor não são apelativas, muito pelo contrario.

Meu objetivo é entreter as pessoas com artigos interessantes e postagens engraçadas.

Às vezes sou criticado por colocar algo que desagrada algumas pessoas. Mas é impossível agradar a todos. 

Entre tapas e beijos, vou continuar caminhando por esta estrada da vida e sem dar bola aos desafetos.

É como diz o meu pequeno grande amigo jornalista Marcelo do Canto, o eterno cantor brega Mario Lúcio: “A vida é bela, nóis que estraga ela”

Falei e disse!

Rui Tomás Barbosa

Jornalista – MTB 34.625

18/03/2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *