Ações antienchentes: Reservatórios de contenção evitam enchentes em Hortolândia

Mesmo com grande nível de precipitação no mês passado, cidade não registrou pontos de alagamentos

Uma série de ações contínuas realizadas pela Prefeitura de Hortolândia contribui para que a cidade não sofra com enchentes, mesmo com o grande volume de chuvas que atingiram a cidade durante todo o mês de janeiro e na primeira semana de fevereiro deste ano. De acordo com a Defesa Civil do município, entre os dias 29 e 31 do mês passado, quase 170 milímetros de chuvas foram registrados. Mesmo assim, nenhum ponto de enchente ou alagamento foi identificado.

Isso é resultado do esforço de trabalho de diversas secretarias da Administração Municipal, além da colaboração da população ao não jogar lixo e entulho em espaços públicos. Além disso, os reservatórios de contenção de enchentes também são responsáveis por evitar este problema. “Neste período chuvoso, até agora, vale ressaltar, que a região central da cidade não sofreu com enchentes e alagamentos, também, graças à ação dos reservatórios existentes na cidade, assim como em 2021, onde também não houve registros de alagamentos na cidade”, explica o secretário de Planejamento Urbano e Gestão Estratégica, Carlos Roberto Prataviera Júnior.


CAPACIDADE AUMENTADA
O reservatório de contenção de enchentes do Parque Remanso das Águas tem capacidade de armazenamento para até 840 milhões de litros de água. Quando chove muito e este volume excede, a água é direcionada ao Ribeirão Jacuba por meio de um extravasor, porém num volume menor do que o da enxurrada. Isso evita alagamentos na região central da cidade. O mesmo método é usado no Parque Lago da Fé, onde as duas lagoas de contenção de enchentes funcionam como reservatórios em dias de chuva forte.

Desde o ano passado, acontece o desassoreamento da lagoa do Parque Remanso das Águas, na região do Jardim Carmem Cristina.  De acordo com a Secretaria de Planejamento Urbano e Gestão Estratégica, no desassoreamento, as máquinas realizam a retirada da areia e de outros resíduos acumulados, aumentando a capacidade de armazenamento do reservatório de água e melhorando a condição ambiental do parque, garantindo mais qualidade de vida aos moradores do entorno.

De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, além da eficiência dos reservatórios de contenção de enchentes que continua evitando os alagamentos, no ano passado, a intensificação de serviços como a limpeza das lagoas da cidade, do Ribeirão Jacuba, na região central e do córrego do Jardim Ricardo, antes da temporada de chuva, contribui com a maior vazão da àgua. Também no ano passado, nas lagoas do Jardim São Bento, Jardim Amanda e Jardim Santa Clara do Lago (próximo à EMS) foram removidos material orgânico e sujeira, com o objetivo de permitir maior fluidez da água e evitar acúmulo de resíduos que possam causar enchentes.


PLANO MUNICIPAL
Já está em vigor em Hortolândia, desde dezembro de 2021, o Plano Municipal de Contingência Preventivo de Defesa Civil. O plano visa preparar a cidade para prevenir, reduzir e conter os riscos e os problemas causados pelo período chuvoso, em especial alagamentos e inundações. A ação busca ainda otimizar os recursos existentes e articular a participação das secretarias municipais envolvidas por meio do Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil e os órgãos de atendimento emergencial. O plano vai até o dia 31 de março deste ano, podendo ser prorrogado, conforme haja necessidade.

O plano consta do decreto municipal publicado no final do ano passado no Diário Oficial Eletrônico do município. O decreto ainda regulamenta e coordena as ações realizadas pela Prefeitura dentro da Operação “Chuvas de Verão 2021/2022” com vistas à prevenção e proteção, durante o período de chuvas.
Entre as ações realizadas estão o monitoramento das previsões meteorológicas, as vistorias preventivas para mapear e avaliar áreas suscetíveis e verificar a limpeza de córregos, vias públicas, galerias de águas pluviais, áreas de ocupações e onde acontecem alagamentos, bem como a coordenação, o acionamento e o controle de emergências.


RIBEIRÃO QUILOMBO E MAIS RESERVATÓRIOS

Paralelo as  ações da Prefeitura contra as enchentes, foi apresentado, em meados do ano passado, o projeto de revitalização do ribeirão Quilombo, coordenado pelo consórcio PCJ (Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí). Entre as ações, estão a implantação de mais três grandes reservatórios de água em trechos do ribeirão Jacuba e do córrego Santa Clara, ambos em Hortolândia.

Os reservatórios fazem parte da criação do corredor ecológico da cidade, com parques socioambientais que futuramente estarão interligados por cerca de 20 km de ciclovia, formando assim um único parque linear que passará por grande parte do município.

Departamento de Comunicação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.