Autosserviço de chope é sucesso no boulevard de Holambra

Moradores e turistas não precisam enfrentar filas em bares e restaurantes, caso queiram refrescar-se com um chopinho bem gelado. Basta adquirir créditos por meio de um aplicativo no celular e servir-se do produto em copo descartável, de maneira bastante rápida, higiênica e segura.

O grupo Casa Bela, de Holambra, inova mais uma vez e instala na estância turística, conhecida como a “Capital Nacional das Flores”, a primeira máquina de self servisse de chope. Localizada em pleno boulevard da Rua Dória de Vasconcelos, entre o restaurante Casa Bela e a loja Casa Bela Decorações, tradicionalíssimos na cidade, a “máquina de chope” tem duas torneiras para possibilitar a entrega de dois tipos de cervejas da marca artesanal Holambier, perfeitamente geladas.

Para abastecer ou reabastecer o copo, basta baixar no celular o app PalmBeer (para Android ou Apple na loja de aplicativos Google Play ou App Store) e adquirir os créditos necessários para o pagamento. “Também existe a possibilidade da compra de um cartão pré-pago, na loja Casa Bela Modas, ao lado do restaurante, e se servir diretamente das torneiras. A base da cobrança é o ml servido, sendo que o preço é de R$ 3,60 por 100ml”, explica Marcelo Ferrelli cervejeiro da Holambier.

Os turistas podem até acompanhar a produção do chope, feita no salão do restaurante Casa Bela ou, se desejar, visitar a fábrica, de acordo com a disponibilidade do cervejeiro. A máquina de chope fica disponível no mesmo horário da abertura do comércio, em Holambra. A cervejaria Holambier pertence ao grupo Casa Bela. O chope é artesanal e diferenciado por ser produzido com 100% de maltes importados da Bélgica e Argentina e de lúpulos provenientes da Alemanha e dos Estados Unidos.

Sobre Holambra

Holambra, está localizada no interior de São Paulo, distante 140 km da capital. A palavra Holambra é a junção das palavras Holanda, América e Brasil. Ela foi fundada por imigrantes que buscavam uma nova vida em outro país, pois a Holanda estava devastada pela Segunda Guerra Mundial.

Foram eles que, apenas 10 anos após à chegada ao Brasil, iniciaram a produção de flores e flores e plantas ornamentais, transformando Holambra na maior comercializadora da floricultura nacional, apesar de seus atuais 15 mil habitantes.

A cidade mantém a arquitetura, a gastronomia e as tradições holandesas, atraindo turistas de todo o Brasil e de várias partes do mundo, principalmente na Primavera, quando é realizada na cidade a Expoflora, a maior exposição de flores e plantas ornamentais da América Latina. Mesmo sem a realização do evento há dois anos, devido à pandemia da Covid-19, os turistas procuram a cidade nos fins de semana, feriados e nos períodos de férias. Entre as atrações da cidade está o Moinho do Povo, igual aos encontrados nos Países Baixos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *