Com foco na preservação das florestas, alunos do CPDB criam projeto inovador para cálculos de danos florestais utilizando visão computacional

Iniciativa foi premiada na Mostra de Ciências e Tecnologia do  Instituto 3M e acaba de ser publicada na Revista InCiência.

O aumento das queimadas ao redor do mundo foi o ponto de partida para estudantes do Centro Profissional Dom Bosco (CPDB), obra social da Escola Salesiana São José, de Campinas, na criação de um projeto inovador que serve como alternativa para determinar os prejuízos ambientais causados pelas queimadas, identificando as proporções desses prejuízos na natureza e prevendo um tempo médio para o reflorestamento.

O projeto intitulado “Cálculo de Danos Florestais Utilizando Visão Computacional” foi desenvolvido pelos estudantes do CPDB: Gustavo Banaco Silva, Paulo David Archanjo e Vitor Hugo Pires dos Santos, com orientação dos professores: Adriana Maia da Silva e Daniel Rinaldi Mendonça. A iniciativa foi premiada na Mostra de Ciências e Tecnologia do Instituto 3M e na FeNaDANTE, ambas em 2021 e acaba de ser publicada na Revista InCiência, do último mês de março.

A utilização da técnica da visão computacional não é padrão no cálculo de danos florestais e para essa nova abordagem foi necessária muita pesquisa por parte dos estudantes. Segundo o grupo, um ponto crucial para a decisão pelo tema foi a falta de verba destinada à área ambiental, em que não se consegue realizar as manutenções necessárias para a execução dos equipamentos de pesquisa.   

A motivação foi grande e os estudantes que se tornaram pesquisadores criaram algo inovador e efetivo, com foco na conscientização acerca da importância da preservação das florestas. Segundo os estudantes, um dos objetivos atingidos com a iniciativa, está na diminuição dos riscos de erros matemáticos e de performance no processo de cálculo de danos florestais, bem como sua automatização e uma identificação mais veloz e precisa das devastações. 

O grupo do CPDB explica que um dos algoritmos utilizados foi de rotação das imagens, como holograma, para permitir uma melhor visualização das áreas em questão. Com uma imagem panorâmica da floresta amazônica ao fundo, o site produzido pelos estudantes contém uma introdução, um menu de seções, botões de criação de conta, login e logout. Há também um texto detalhando os objetivos do projeto, um link que dá acesso para informações técnicas da iniciativa e os nomes dos autores. Entre as funcionalidades, é possível realizar o upload de imagens e buscas no mapa interativo e, por meio das coordenadas, o usuário pode visualizar áreas de todo o mundo. Os três estudantes já estão formados no Curso Técnico em informática do CPDB e todos pretendem seguir na área.

Referência em cursos técnicos na cidade de Campinas, o Centro Profissional Dom Bosco, já formou cerca de seis mil jovens carentes, através de seus cursos técnicos de nível médio, inteiramente gratuitos, nas áreas de: Eletroeletrônica, Fabricação Mecânica e Informática. Esse ano, a instituição está comemorando 50 anos de fundação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.