Passado no presente

O passado serve como aprendizado para não repetir os mesmos erros e para nos aprimorar como pessoas

Hoje em dia têm muitas pessoas que vivem presas ao passado prejudicando o seu presente e, consequentemente, perde até a esperança no futuro.

São erros, traumas, maus hábitos, relacionamentos mal sucedidos, decepções amorosas ou profissionais que não conseguem se libertar, permitindo que os sentimentos se arrastem pelo tempo tornando-se escravas do passado.

Às vezes essas pessoas deixam as emoções negativas dominarem os seus pensamentos, perdendo oportunidades valiosas no presente, amargurando-se pelo que já passou ou nem existe mais.

Lembrar-se do passado é natural, mas viver de nostalgia e deixar que ela te nocauteie é perda de tempo.

O passado serve como aprendizado para não repetir os mesmos erros e para nos aprimorar como pessoas. É
necessário que faça as pazes com o passado para poder superá-lo definitivamente.

Não quero salientar com isto que o passado não tenha a sua importância. As lembranças são patrimônios que construímos em nossa vida, sejam elas boas ou más e podemos nos alegrar ou entristecer por algumas, mas deixar com que elas nos prejudiquem nos tornando prisioneiros mentalmente delas, isso jamais poderá acontecer.

Ninguém está imune em se apegar aos bons momentos do passado e aceitar as perdas do presente. Deus nos alerta para esquecer o que se foi. Se tiver dificuldades para superar o passado peça ajuda a Deus, pois ele gosta de se relacionar com quem o procura.

Parar de olhar para o passado e encarar como uma experiência vivida é a melhor atitude que se pode tomar. Se o seu passado foi ruim ou bom que ele sirva apenas como um aprendizado. Se em alguns aspectos foi ruim que ele não se repita e se foi bom que seja melhorado.

Silvestre Gonçalez

Silvestre Gonçalez
Jornalista, publicitário, pós–graduado em Administração e Marketing.
Email: [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *