Processo de memória, tomada de decisões e atenção são em regiões adjacentes do cérebro que pode ser trabalhadas 

Num dos seus últimos estudos, o neurocientista PhD Dr. Fabiano de Abreu Agrela, discorreu sobre o processo de memória focando na tomada de decisão e foco atencional.

Como refere o próprio, “eu e a minha equipe, ao elaborarmos este trabalho acadêmico quisemos apresentar um estudo que em última análise visa fornecer estratégias que favoreçam a aprendizagem funcional, através da memorização, análise e incentivo ao desenvolvimento da criatividade.”

Agrela refere que estas estratégias criativas devem estar presentes em vários circuitos que compõe a nossa vida, seja em ambientes acadêmicos ou ambientes sociais, uma vez que os avanços tecnológicos que visam simplificar as actividades diárias dos seres humanos distorcem a nossa realidade e afetam a nossa capacidade de concentração e imaginação. 

Segundo o neurocientista, o estudo não quer de forma alguma perverter a imagem da tecnologia e dos seus avanços, mas, serve como uma análise que tem e deve ser feita, lembrando que o cérebro deve ser colocado no centro do nosso desempenho intelectual.

Como refere Agrela, “este artigo foi confrontado com uma realidade que foi completamente alterada devido à pandemia, realidade essa que nos obrigou a trabalhar à distância, fazendo uso de inúmeras plataformas e que nos exigiu aprender a um ritmo diferente, por vezes, mais rápido e intenso. 

Este artigo é uma ajuda a quem trabalha principalmente nas áreas da educação, principalmente no que diz respeito à melhora das estratégias de aprendizagem que favoreçam e integrem melhor as novas gerações.”, conclui.

Estudo publicado: https://ciencialatina.org/index.php/cienciala/article/view/2061

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.