Para humanizar atendimento, Secretaria de Saúde promove várias ações na Maternidade do Hospital Municipal de Nova Odessa

Por Diretoria de Comunicação da Prefeitura de Nova Odessa/SP

A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Nova Odessa não tem medido esforços desde o início do ano, nas mais diversas áreas, para melhorar o atendimento prestado aos pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde) pela Rede Municipal de Saúde. A pasta tem dado destaque, por exemplo, às ações realizadas desde setembro na Maternidade, no Berçário e no Centro Cirúrgico do HMNO (Hospital e Maternidade Municipal Doutor Acílio Carreon Garcia).

Uma das “conquistas” recentes apontadas pela titular da pasta, Sheila Moraes, é a instalação de computador e internet no Posto de Enfermagem e na Sala de Supervisão do Hospital. “Com isso, a equipe passa a utilizar o sistema e futuramente o prontuário eletrônico”, destacou a gestora.

Também foi feito um trabalho de organização dos diversos setores do Hospital e Maternidade Municipal. “Antes, o material estava junto com a rouparia. Foi feita a separação dos mesmos, além da instalação de caixinhas organizadoras para guardar seringas, agulhas e outros materiais. Esse trabalho ocorreu seguindo orientações da Vigilância Sanitária”, ressaltou Sheila.

O Alojamento Conjunto ganhou mais dois leitos, passando a ter um total de oito, além de novas divisórias. A Sala de Pré-Parto da Maternidade também recebeu divisórias de leitos, “insulfilme” (filme plástico) nas janelas e cortinas. “A previsão é de receber mais uma cama, cavalete, barras e bolas para partos humanizados”, adiantou a secretária.

O Quarto de Tratamento também recebeu divisórias e o Quarto de Isolamento recebeu “insulfilme” na janela, para maior conforto dos pacientes. “A sala de observação e medicação só tinha poltronas, e recebeu uma cama leito, suporte, mesa de apoio e ‘insulfilme’ nas janelas. O consultório de Ginecologia Obstetrícia recebeu melhorias com divisória, cortina, computador com internet, impressora e organizacionais fixados nas portas”, acrescentou Sheila.

“Também fizemos aquisição de um aparelho de fototerapia para os recém-nascidos que nascem ou venham apresentar resultado de bilirrubina alterada. Já o Centro Cirúrgico teve manutenção de equipamento chamado Arco Cirúrgico, de grande importância nas cirurgias ortopédicas”, acrescentou.

Segundo ela, “as divisórias e cortinas proporcionam maior privacidade as pacientes, o ambiente fica mais confortável e também reforçamos os cuidados com a pandemia”. “Já a parte de Informática agiliza muito os trabalhos”, completou a secretária de Saúde.

Também foi montada uma área com poltronas para o aleitamento materno e uma outra área externa com poltronas para o banho de sol. “A intenção é fazer com que mãe ande um pouco, pois ela fica muito tempo deitada. Isso ajuda na recuperação cirúrgica das pacientes”, comentou a coordenadora da Maternidade e Centro Cirúrgico, Rosana Melo.

EMENDA

Outra boa notícia ainda é que a Secretaria Municipal de Saúde aguarda o recebimento de uma emenda parlamentar para a aquisição de mais equipamentos para a Maternidade do HMNO, como camas, banquetas, berço para os recém-nascidos e fototerapia.

A equipe gestora da pasta trabalha para que, até o final do ano, seja possível melhorar a ventilação na Maternidade, com novos aparelhos de ar-condicionado e ventiladores. Com isso, em 2022, a Saúde Municipal poderá manter a permanência de um acompanhante, conforme a Lei Federal nº 11.108, de 07 de abril de 2005, mais conhecida como a “Lei do Acompanhante”. “O acompanhante pode entrar no momento do parto para registrar com fotos”, acredita Sheila Moraes.

Melo Rosana informou ainda que está “trabalhando com a sensibilização da equipe, com rodas de conversa, tratando da importância de se ter acompanhante, estarem mais presentes e ouvir as pacientes”. “Para aquelas que percebemos que não tem condições sociais, avisamos o Setor Social, para conseguir ajuda de cesta básica. Também nos mobilizamos para providenciar um ‘kit’ de roupinhas. Trabalhamos sempre com foco na humanização das gestantes e puérperas”, comentou Rosana.

Outra novidade recente foi a abertura de horário de visitas na Maternidade, de uma hora (das 14h às 15h), desde junho – que não havia antes. E, a partir deste mês de outubro, a Saúde também abriu um horário de visita à noite na Maternidade, das 20h às 21h.

Ainda em outubro, como parte da Programação Outubro Rosa, a Secretaria de Saúde está programando a Coleta de Papanicolau e solicitação de exames para as mulheres servidoras da Saúde. “São várias conquistas que refletem diretamente no atendimento das pacientes, estou muito feliz com o resultado”, finalizou a secretária Sheila Moraes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *