Teatro Castro Mendes recebe musical sobre Carlos Gomes com 165 crianças e adolescentes do Grupo Primavera

Espetáculo sobre Tonico, o “ilustre campineiro”, foi construído ao longo de oito meses de atividades com os jovens

As histórias e as músicas de Carlos Gomes contadas e cantadas por 165 crianças e adolescentes atendidos pelo Grupo Primavera estarão no palco do Teatro Municipal José de Castro Mendes, em Campinas/SP, nos dias 1, 2 e 3 de outubro, no espetáculo “Vida e Sons de Carlos Gomes – Um ilustre campineiro”. Com texto e encenação de Sandra Ciocci, o espetáculo traz as memórias do eterno Tonico – o mais importante compositor brasileiro de óperas, autor de “O Guarani” – baseadas em cartas escritas por ele.

Fruto de oito meses de trabalho, o espetáculo tem uma hora de duração e conta detalhes sobre a vida do compositor e maestro, que nasceu em Campinas em 1836 e faleceu em Belém (PA) em 1896. No início do projeto, as crianças e adolescentes que integram a Cia Florada do Grupo Primavera puderam conhecer como era o Brasil na época de Carlos Gomes por meio de músicas, costumes, danças, vestimentas e bailes. “Era fundamental eles terem essa clareza, mostrando quem foi Carlos Gomes, as pessoas que viveram naquele período e a história do Brasil”, explica Sandra Zuliani, coordenadora artística do Grupo Primavera.

Ensaio Carlos Gomes – Crédito: Pedro Nogueira

Duas visitas importantes marcaram a preparação do espetáculo: a cantora lírica Érica Andrade e o pianista Chiquinho Costa, que apresentaram no Grupo Primavera um concerto didático de uma ária de ópera, para que os pequenos atores pudessem entender como as óperas eram cantadas. “Isso despertou a curiosidade. Eles se interessaram em saber mais sobre ópera e música clássica e, assim, conseguimos ampliar o universo cultural dessas crianças. Foi um ganho pedagógico para o projeto”, diz Sandra.

Além de música, dança e coreografias, o Teatro Castro Mendes receberá a exposição “Notas Visuais, um olhar para Carlos Gomes”, com aquarelas sobre papel. Sob a orientação da professora e artista visual Ana Maria Bittar, os atendidos pelo Primavera puderam traduzir visualmente sensações e emoções decorrentes da música de Carlos Gomes. As aquarelas foram expostas inicialmente na Academia Campinense de Letras, durante o Mês Carlos Gomes.

Ensaio 22.09 – Espetáculo Grupo Primavera – Carlos Gomes – Crédito: Pedro Nogueira

Sobre o Grupo Primavera

O Grupo Primavera é uma Organização da Sociedade Civil (OSC) que recebe crianças, adolescentes e jovens de 6 a 18 anos do entorno do Jardim São Marcos, Campinas, para atendê-las em programas de educação complementar, cultural e profissional. Classificada como Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, a entidade – fundada em 1981 –, atende hoje cerca de 520 meninas e meninos, além de seus familiares.

O ingresso no Grupo Primavera segue critérios como perfil socioeconômico vulnerável e a necessidade dos atendidos estarem matriculados na rede pública de ensino.

A OSC acredita que a educação ética é capaz de transformar a realidade das pessoas, por isso, busca oferecer conteúdos pedagógicos inovadores e princípios relevantes como pontualidade, respeito, participação, colaboração, organização, disciplina, iniciativa e empreendedorismo.

Em seus 38 anos de existência, a instituição já atingiu a marca de mais de 11 mil crianças, adolescentes e jovens por meio de seus programas, com o objetivo de reduzir os riscos sociais aos quais estão expostos, capacitando-os e trabalhando para torná-los membros ativos na sociedade.

Serviço:

Espetáculo: “VIDA E SONS DE CARLOS GOMES – UM ILUSTRE CAMPINEIRO”

Patrocínio: Buckman Laboratórios Ltda, Ci&T Software S/A, DHL, Renata, SolEnergias, TozziniFreire Advogados, por meio da Lei de Incentivo à Cultura (Pronac – 183509).

Realização: Grupo Primavera e Secretaria Especial da Cultura/Ministério da Cidadania

Datas: 01, 02 e 03 de outubro.

Local: Teatro Municipal José de Castro Mendes – Rua Conselheiro Gomide, 62, Vila Industrial, Campinas/SP.

Horários: 01/10, estreia às 20h para famílias dos participantes; 02 e 3/10, sessões às 9h30 e 14h30, exclusivamente para rede pública de ensino (reservas através do [email protected]); 03/10, sessão às 20h para público em geral).

Entrada gratuita: ingressos devem ser retirados na bilheteria do teatro, com uma hora de antecedência.

Fonte: Ana Heloísa Ferrero
Carol Silveira Assessoria de Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *