Após furto de fios, energia é religada e alunos começam aulas na creche do Santa Luiza, em Nova Odessa

Por Diretoria de Comunicação da Prefeitura de Nova Odessa/SP

As aulas no CMEI (Centro Municipal de Educação Infantil) Penha Maria Pires de Andrade Miranda, do Jardim Santa Luiza, em Nova Odessa, foram retomadas nesta quarta-feira (09/02), conforme informado pela direção aos pais de alunos desta unidade da Rede Municipal de Educação nas reuniões preliminares realizadas na semana passada.

Após o furto do cabeamento externo e do relógio de força, notado em janeiro (durante o recesso escolar), a Secretaria Municipal de Educação, com apoio de outras pastas, providenciou a compra do material elétrico necessário para o conserto, bem como com os serviços de reinstalação dos mesmos – inclusive do relógio de força.

Finalmente, a concessionária CPFL Energia promoveu a vistoria das novas instalações e o religamento do fornecimento de energia à unidade nessa última terça-feira (08/02), o que permitiu a retomada do cronograma de retorno às aulas no CMEI. Foi feito o registro do furto junto à Polícia Civil da cidade, que investiga o crime.

A situação desta unidade da Rede Municipal havia sido objeto de preocupação dos vereadores Elvis Ricardo Maurício Garcia, o Pelé, presidente da Câmara de Nova Odessa, e do vice-presidente da Casa, Paulo Bichof, que no dia anterior tinham visitado o CMEI Penha Maria – entre outras unidades da Rede Municipal.

RETORNO SEGURO

O ano letivo de 2022 na Rede Municipal de Ensino de Nova Odessa teve início nas demais unidades na última segunda-feira (07/02) seguindo os protocolos obrigatórios de segurança. Ao todo, são mantidas pela Prefeitura 25 unidades, entre creches, pré-escolas e escolas de Ensino Fundamental 1 (1º ao 5º ano).

Os alunos que precisarem já terão à disposição materiais escolares essenciais para iniciar o ano letivo, como lápis e caderno, enquanto tem prosseguimento o processo de compra dos “kits escolares” mais completos, cujo edital já foi publicado e tem prazos correndo.

O protocolo de volta às aulas elaborado pela Secretaria de Educação prevê, entre as obrigatoriedades, o uso de máscara em todas as dependências da unidade escolar, inclusive a necessidade de uma máscara extra para alguma eventualidade. Todas as escolas estarão devidamente higienizadas para recepção dos alunos.

Cada escola faz a aferição de temperatura na entrada e, sempre que necessário, em sala de aula, além de manter as salas abertas e arejadas. O mesmo ocorre com o lanche dos alunos, que deverá ocorrer no pátio (local aberto). É necessário também que o aluno leve de casa a própria garrafinha de água, já que apenas as torneiras dos bebedouros estão liberadas para enchimento das garrafas.

Em caso de algum sintoma, o aluno deverá permanecer em casa e os pais deverão comunicar a direção da escola. Em caso de professor ou aluno contraírem o coronavírus, toda a turma será afastada por prevenção. Se um membro da família atestar para Covid, a escola deve ser comunicada, pois a criança será afastada e permanecerá com as atividades em casa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.